Início Conselho Brasileiro de Oftalmologia








15 usuário(s) online



Busca  
Login  






15/5/2006
Campanha Glaucoma

26 de maio: Dia Nacional de Combate ao Glaucoma - doença que atinge mais de 900 mil brasileiros - terá mobilização e campanha de conscientização. Em São Paulo, o maior evento será no vão livre do MASP (Av. Paulista) com palestras e exames gratuitos

Segundo levantamento do setor de glaucoma do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), mais de 900 mil pessoas sofrem de glaucoma, uma doença ocular sem cura e hereditária que leva à cegueira, mas que tem tratamento para manter qualidade de vida.

A chefe do setor de Glaucoma da UNIFESP, Dra. Regina Cele Silveira, participa de campanhas de conscientização sobre doenças oftalmológicas em todo estado de S.Paulo e acredita que exames periódicos na população carente, nas empresas, escolas e até o exame reflexo vermelho nas maternidades poderiam evitar que milhares de pessoas ficassem cegas pelo glaucoma.

A UNIFESP detectou que muitos pacientes não fazem o tratamento corretamente, prejudicando os resultados das ações medicamentosas, especialmente por contaminar os frascos dos colírios por falta de higiene na manipulação do medicamento.

"Precisamos informar os pacientes da importância de seguir o tratamento direito, educar em higiene básica e - acima de tudo - fazer exames preventivos. Dessa forma vamos diminuir as filas no serviço público para cirurgias, vamos lutar por uma política de saúde ocular desde o nascimento e ter gerações de brasileiros mais saudáveis na visão", enfatiza Dra. Regina Cele.
Dia 26 de maio será o DIA NACIONAL DE COMBATE AO GLAUCOMA (lei nº 10.456, 13/05/02), para campanhas de conscientização e informação sobre a doença, prevenção e tratamentos. Em São Paulo, o maior evento será no vão livre do MASP (Av. Paulista) com palestras e exames gratuitos de acuidade visual durante todo o dia.

Estatísticas do Glaucoma

- Cerca de 900 mil brasileiros, com idade acima de 40 anos, são portadores de glaucoma
- 20% dos pacientes que descobrem a doença em campanhas, não retornam ao médico.
- 7% das prescrições médicas não são seguidas
- 40% dos pacientes demonstram não ter intenção de seguir o tratamento
- 91% não lavam as mãos antes de aplicar colírios
- 80% contaminam os frascos e suas pálpebras, cílios e mãos
- 27% erram o local onde devem aplicar o colírio e desses, 25% não insistem em pingar a segunda gota

(fonte: setor de glaucoma do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo)

Fonte: Vera Moreira Comunicação / Assessoria de Imprensa




           


<< Anterior Índice Próximo >>


Mais Recentes:
07/10/09 - 64% dos cegos do mundo são mulheres
07/10/09 - Diagnóstico precoce é essencial para evitar as doenças da visão
06/10/09 - Lentes de contato: mitos e descuidos que valem os olhos da cara
05/10/09 - Exercício físico é benéfico para pessoas com glaucoma
02/10/09 - Macacos daltônicos voltam a perceber as cores em tratamento


As opiniões expressas no texto acima são de responsabilidade exclusiva dos seus autores.