Início Conselho Brasileiro de Oftalmologia








15 usuário(s) online



Busca  
Login  






18/5/2006
Um estudo associa a menopausa precoce com risco de sofrer glaucoma

As mulheres que apresentam um processo de menopausa precoce, podem estar em risco de desenvolver glaucoma, sugerem os investigadores.
Num estudo com mais de 3000 mulheres, aquelas que se encontraram no processo de menopausa natural antes dos 45 anos de idade, tiveram mais do dobro de possibilidades de ser diagnosticadas com glaucoma de ângulo aberto, comparadas com as mulheres que apresentaram a menopausa a partir dos 50 anos ou mais.
“Estes resultados sugerem que a menopausa precoce está associada com um risco mais elevado de glaucoma de ângulo aberto”, segundo a Dra. Caroline A. A. Hulsman e os colegas, do Instituto de Investigações Oftalmológicas em Amesterdão.
Os resultados indicam que os hormônios femininos podem ser um fator de proteção contra o glaucoma de ângulo aberto, uma causa importante de cegueira no Oeste. Esta doença apresenta-se quando o liquido que se acumula no olho pressiona o nervo óptico, gerando um dano neural e impedindo a visão.
Contudo, considera-se que a terapia hormonal substitutiva reduz a pressão do líquido no interior do olho. De forma similar, à medida que os níveis hormonais aumentam durante a gravidez, a pressão do líquido dentro do olho diminui significativamente, assinalam os investigadores.
Estes consideram que o estudo é o primeiro a avaliar a relação entre os hormônios sexuais femininos como indicadoras da idade de início da menopausa e o glaucoma de ângulo aberto.
Para este estudo, entrevistaram pacientes sobre o uso de terapia hormonal substitutiva, idade do início da menopausa e o primeiro período menstrual. Todas as participantes do estudos se submeteram a uma avaliação completa de ambos os olhos.
Num total, 78 mulheres com menopausa natural e 15 com menopausa artificial, foram diagnosticadas com glaucoma. Perto de 20% das mulheres do estudo, apresentaram menopausa artificial, devido ao facto de se terem submetido ao tratamento radioactivo para retirar os ovários.
O risco de desenvolver glaucoma não foi significativamente mais alto entre aquelas pacientes que apresentaram menopausa entre os 45 e os 49 anos, possivelmente devido ao facto de formarem um pequeno grupo, assinalam.

Fonte: Portal Optico



           


<< Anterior Índice Próximo >>


Mais Recentes:
07/10/09 - 64% dos cegos do mundo são mulheres
07/10/09 - Diagnóstico precoce é essencial para evitar as doenças da visão
06/10/09 - Lentes de contato: mitos e descuidos que valem os olhos da cara
05/10/09 - Exercício físico é benéfico para pessoas com glaucoma
02/10/09 - Macacos daltônicos voltam a perceber as cores em tratamento


As opiniões expressas no texto acima são de responsabilidade exclusiva dos seus autores.